Não se envolva, dissolva é um dos princípios básicos do método MP, que significa dissolver a situação considerada problema o que não significa, não fazer nada. Significa identificar e se mover, ao invés, de se trancar em explicações.

A neurociência promoveu o conhecimento de como cada pensamento é descarregado no cérebro e do quanto é prejudicial, quando você fica produzindo pensamentos sobre o problema, ou seja, queixas, preocupações, interpretações, julgamentos de certo ou errado e ruminações, você não apenas, não resolve o problema, como o debilita mais ainda em todos os contextos de sua vida. Você quimicamente fica com poucos recursos. Criatividade, motivação, assertividade, iniciativa, coragem para empreender condutas e ações efetivas que produzem os resultados de sucesso estão todos embotados em função da química cerebral de desânimo produzida pela qualidade debilitante de suas preocupações.

A intenção do princípio- Não se envolva, dissolva é lembrá-lo de não potencializar o problema e sim utilizar sua inteligência para solucionar o problema, ativando sua mente estratégica e silenciando a sua mente límbica que produz emoções impulsivas e crenças de insuficiência.

“A Identificação de um problema cria a oportunidade de criar a solução. Os ricos identificam oportunidades nos problemas e os pobres identificam mais problemas”. Donald Trump.

Donald Trump um exemplo de empresário que investiu em Nova York na época que a cidade estava na falência : ” O medo dos outros serviu de combustível para a minha coragem de comprar um lote enorme no rio Hudson. A crise financeira não alterou minhas metas e sonhos.” Ou seja, ele demonstra que não deixou de lado seus planos em função de condições externas e não se envolveu com o sentimento de medo ou pânico da maioria das pessoas diante de situações locais ou mundiais de recessão. “Eu estava determinado a ser um empreendedor imobiliário, independente de qual fosse o clima. Investi tempo em desenvolver minhas idéias a despeito da situação, não adiei meus planos ou esperei até que as condições fossem ideais”. Quem está vivendo problemas neste exato momento, é aquele que se envolve no clima das preocupações e na energia do medo, com a falsa idéia que o medo protege. O medo empobrece a pessoa em todos os sentidos. Quando dominamos o medo e mantemos nossos planos estamos controlando o nosso cérebro emocional e ativando nosso cérebro racional e lógico- a mente que leva a realização de metas e sonhos.

“O que pertence ao passado e o que o futuro nos reserva têm pouca importância em comparação ao que está dentro de nós”. Waldo Emerson.

Temos que manter nossa energia elevada no momento que situações consideradas problemas chegam e não recorrer ao passado em busca de explicações e soluções ou tentar prever futuro.

Quando queremos vencer obstáculos em nossa vida profissional e financeira precisamos aprender a ativar nossa mente estratégica, que se localiza em nosso córtex frontal e é responsável pelas áreas de planejamento, motivação e raciocínio lógico.

O método MP criou baseado em estratégias de pessoas de sucesso uma fórmula dos 4 IS para ativar sua mente estratégica e você aplicar diante de situações que você considera problemas:

1) Identifique: O que está acontecendo e o que gostaria que estivesse acontecendo – Não atitudes ou sentimentos e sim, algo mensurável. Atenção : se você não é capaz de dizer o que gostaria que estivesse acontecendo então, você não tem um plano, você está apenas envolvido com queixas.

2) Insanidade: Vença sua insanidade de fazer a mesma coisa inúmeras vezes e esperar resultados diferentes. Nossos problemas são conseqüência de nosso modo de pensar. Precisamos mudar nossa maneira de pensar sobre sucesso, dinheiro, mercado, oportunidades. “Os indivíduos que são capazes de pensar por conta própria dificilmente farão parte de um rebanho”. Donald Trump. O dinheiro é a moeda do êxito, assim como a falta de dinheiro nos lembra que precisamos aprender mais, fazer diferente e abandonar estratégias antigas de pensar e agir.

3) Impulsividade: Silencie seu cérebro emocional, ou seja, sua necessidade de aprovação. Tememos tanto a desaprovação que lançamos mão de uma série de mecanismos de defesa, que agem automaticamente quando nos sentimos desaprovados, ou não aceitos. O comportamento compulsivo a compras é um mecanismo de defesa muito usado, em busca de aprovação. Quanto maior a necessidade de aprovação interna ou externa, maior a tentativa de aplacar a ansiedade com objetos de desejos até que eles nos coloquem na posição que mais tememos- a desaprovação pública, falta de crédito no mercado. Não compre por impulso. Se proponha a ativar seu raciocínio lógico: Tem lógica esta compra ou é prazer imediato? Vou pagar o preço por esta escolha? O que terei que abrir mão? Pagarei com prazer ou com culpa?

4) Inovação: Ative sua capacidade de inovar. “A mente que se abre a uma nova idéia jamais volta ao seu tamanho original” . Albert Einstein. Pergunte-se freqüentemente: Como posso fazer diferente dos meus iguais? Não fique focado no que a maioria dos seus concorrentes fazem, faça mais, faça além, seja uma pessoa de visão e não um realista que apenas avalia a realidade. Quem muda o mundo são os visionários.

Pratique estes 4 IS e comece a experimentar doses de sucesso, porque sucesso não é acaso, sucesso é coincidência do que existe no seu interior.

Um abraço!

ASS ROSALIA

 

Rosalia Schwark
Psicóloga Especialista em Neurociência
Criadora do Método Movimento Perfeito

 

Deixar seu Comentário

Comentar