Escuto muito as pessoas falarem: “você tem que estar no lugar certo e então vai encontrar as pessoas certas. Você tem que expandir seu networking, assim você terá mais oportunidades”. E mais uma batelada de receitas para você conseguir chamar a atenção. Ou seja, trabalhar o seu marketing pessoal.

Frequentemente me perguntam: “o que tenho que fazer? Que competências tenho que desenvolver? E como devo proceder para aumentar minhas possibilidades?”. E muitos sentem como algo muito trabalhoso e até desistem. Argumentam não terem paciência para tudo isto. O que concordo; eu também não teria, não é meu estilo correr atrás, ter que fazer ou ser o que não é da minha essência.

Aprendi que as coisas podem chegar independente de onde eu estou e do que eu faço. Não estranhe o que estou dizendo, porque você, como a maioria, aprendeu que para ter o que se quer tem que fazer muito esforço e você deve estar começando a ficar confuso, porque estou contrariando o que a maioria dos experts falam sobre conquistar espaços.
Eu afirmo com 100% de comprovação prática profissional e pessoal que não importa o que você faça, como faça, onde quer que seja, se você internamente não estiver se sentindo bem e confiante na sua postura, no seu potencial. Assim você não consegue transformar nada a seu favor.

As oportunidades estão em qualquer lugar, a qualquer momento. Você não precisa correr atrás, porque elas estão onde você está! Você não precisa agarrá-las ou ir em busca delas, porque simplesmente elas se apresentam, se revelam para você. Você precisa estar pronto emocionalmente.

Eu estava num evento recentemente e uma moça me reconheceu como uma “oportunidade” e embalou uma conversa sem paradas sobre o seu negócio e eu, silenciosamente, resolvi que na verdade era ela uma “bela oportunidade” para o meu negócio, já que acredito que as oportunidades estão onde eu estou e que muitas vezes vem disfarçada. Me perguntei: “como posso utilizar isto a meu favor?”.

Observando a ansiedade dela, comecei a falar sobre o assunto ansiedade e o quanto ficar ansioso reduz nossas capacidades. O que ela prontamente concordou. Quando a recebi no meu consultório semanas depois para UMA ASSESSORIA INDIVIDUAL, utilizei nosso encontro no evento para exemplificar os ingredientes internos que precisamos ter para transformar uma situação qualquer em uma oportunidade.
Primeiro é trocar a preocupação por predisposição. Quando se está preocupado com algo, você fica muito ansioso e pouco influente. Quando você aprende a trabalhar suas emoções e, em qualquer lugar que estiver sente-se tranquilo e seguro, fica predisposto às pessoas certas, acontecimentos certos e atitudes certas. Isso porque energeticamente está transmitindo uma influência positiva e tudo que se aproxima de você se torna “o certo”.

Segundo, reduza os preconceitos. Quanto maior os seus julgamentos, menor as suas possibilidades. Pessoas muito julgadoras têm a tendência de serem muito solitárias e curtirem pouco a vida. Aprender a reduzir os preconceitos alarga as alternativas para você viver a vida de forma mais ampla.

Terceiro, saia da posição da espera. Quem espera, nunca alcança! Esteja pronto, troque a espera pela prontidão. Todo o momento é um estímulo que pode ser usado para você se expandir.

Por último, saia do foco da falta. Ao invés de colocar a atenção no que pode faltar no outro ou em você, coloque a atenção no potencial do outro e no seu potencial.

Onde estão as oportunidades? Estão sempre com você. Quando se abre mão das preocupações, dos preconceitos, da espera e das faltas, neste espaço livre, fica o campo das infinitas possibilidades.
Produza este espaço interno e se torne uma pessoa com muitas opções para ser feliz e realizado.

 

ASS ROSALIA

 

Rosalia Schwark
Psicóloga Especialista em Neurociência
Criadora do Método Movimento Perfeito

Deixar seu Comentário

Comentar